A necessidade de aplicar a compliance fiscal em sua empresa
A necessidade de aplicar a compliance fiscal em sua empresa
postado por Confidence IT 29 de março 2017

Com um sistema tributário e fiscal tão complexo e volátil como o brasileiro, é muito difícil ter todas as operações empresariais dentro da lei. É preciso, por isso, buscar alternativas que contribuem para a conformidade legal, em todas as áreas, como a fiscal e a tributária. Você já ouviu falar em compliance fiscal? Sabe o que é, qual o objetivo e como aplicá-la em sua empresa? Se não sabe, esse post foi feito sob medida para você!

O que é compliance fiscal?

É um procedimento de conformidade tributária, cujo sistema de gestão é aplicado para evitar complicações penais e fiscais. Intimamente ligado à saúde financeira da empresa, podemos defini-lo, de forma mais prática, como um conjunto de políticas ou diretrizes estabelecidas para que as atividades cumpram as normas legais estabelecidas.

Quando a compliance fiscal é bem executada, é possível identificar desvios e potenciais erros, relacionados ao funcionamento da empresa, e colocar em prática ações que os neutralize, para que não ensejem autuações fiscais no futuro. É, por isso, uma importante prática que confere vantagem competitiva no mercado e proporciona a sustentabilidade da organização empresarial.

Qual o objetivo da compliance fiscal?

Cumprir as regras e normas das instituições governamentais é uma tarefa que demanda muito empenho por parte de uma empresa. Atentar-se para todas as movimentações financeiras e apurações fiscais é um trabalho minucioso, que, quando feito sem procedimentos bem definidos, pode acarretar falhas.

Nesse mesmo sentido, o desconhecimento de toda a carga tributária incidente sobre as operações da pessoa jurídica não permite que haja um planejamento fiscal e financeiro coerente. A ignorância a respeito deste assunto só pode resultar em algo certo: multas, autuações e, em casos extremos, falência.

Diante desse cenário, percebe-se uma necessidade urgente de se adotar estratégias para minimizar os riscos decorrentes do desconhecimento do cenário fiscal e tributário. E esse é o grande objetivo da compliance fiscal.

Como aplicar a compliance fiscal em sua empresa?

Para aplicar diretrizes e políticas relacionadas à gestão tributária e fiscal é preciso, em primeiro lugar, elaborar projetos bem específicos, cujos processos serão eficazes para esse objetivo. Isso só é possível com um mapeamento geral da situação e das operações da empresa. Alguns exemplos de ações para definir um projeto e aplicar a compliance fiscal são:

  • Implementar ferramentas tecnológicas avançadas que facilitem a compliance;
  • Analisar ou rever o enquadramento tributário da sociedade e suas bases fiscais;
  • Mapear ocorrências que podem ter consequências de natureza penal, administrativa e fiscal;
  • Monitorar as obrigações fiscais e tributárias e suas respectivas datas de cumprimento;
  • Guardar arquivos digitais em segurança;
  • Realizar auditoria e cruzamento das escriturações diária e mensal.
  • Estabelecer reservas de contingenciamento para processos administrativos e judiciais.

Adotando essas estratégias, é possível ter resultados sustentáveis e riscos mitigados, garantindo menor exposição ao Fisco brasileiro.

Como a tecnologia contribui para esse processo de compliance?

Muitas empresas adotam softwares ERP (Enterprise Resource Planning, ou Planejamento dos Recursos Empresariais), que integram os dados e processos da organização em um único sistema. Eles são de grande ajuda na hora de gerir as informações. Porém, infelizmente, não são suficientes, uma vez que esses programas não possuem um procedimento específico para a gestão fiscal e tributária requerida pela legislação brasileira.

Por este motivo, as organizações devem procurar uma complementação a esse sistema, uma solução que atende à área fiscal e contábil com segurança, que apresente facilidade de integração de todos os dados. E é preciso sempre ter em mente que a solução deve se adequar à necessidade de cada empresa. Esses sistemas ajudam em tarefas simples, como:

  • Cadastro de regras fiscais, o que contribui para que as obrigações fiscais (SPED Fiscal, Sped Contábil, ECF, EFD Contribuições, DIRF, apurações de impostos, emissão de nota fiscal etc.) sejam cumpridas dentro do prazo;
  • Integração com outros softwares (ORACLE, INFOR, SAP, DYNAMICS e JDE);
  • Geração de relatórios de apoio.

A adoção de uma tecnologia específica para a gestão fiscal e contábil elimina grandes custos ao contribuir para esses procedimentos de conformidade legal.

A compliance fiscal é fundamental para a gestão eficiente da empresa, feita de maneira confiável. Para tanto, é de extrema importância que se tenha um sistema para integrar processos e informações de forma automatizada. Entre em contato conosco e veja as variadas formas em que podemos ser úteis!

 
   
 
Entre em contato com nossa equipe(011) 3522-3131ou preencha nosso formulário que entramos em contato. Clique aqui
 
 
 
shares