Como a tecnologia pode auxiliar na alta demanda da área fiscal
Como a tecnologia pode auxiliar na alta demanda da área fiscal
postado por CONFIDENCE IT 5 de setembro 2017

Em uma era altamente digital, você ao menos imagina como a tecnologia pode auxiliar na alta demanda da área fiscal. O número exorbitante de informações e de obrigações fiscais exige do empresário a busca por soluções que otimizam a gestão fiscal do negócio. Essas soluções, em sua maioria, aliam a contabilidade e a tecnologia. Veja o impacto dessa parceria!

Contribui para a gestão de banco de dados fiscais

A organização da área fiscal de um negócio passa pela necessidade de gerir um banco de dados: a empresa precisa compreender que a informação tem um papel estratégico na administração do negócio, e, por isso, deve ser gerenciada e planejada como um recurso corporativo.

Muitas práticas, quando combinadas, fazem a gestão da informação contábil, o que só é possível com a presença da tecnologia. Muitas tarefas, que anteriormente eram realizadas em horas, são feitas em minutos, com a presença de softwares e outras soluções inteligentes. Relatórios complexos e completos são elaborados e emitidos facilmente, e erros de cálculo são evitados e/ou reduzidos.

Efetua o cruzamento eletrônico de informações fiscais

As empresas enviam informações fiscais diversas ao Fisco: movimentações de entradas e saída, com identificação de fornecedores e clientes; importações e exportações; tributos apurados, dentre outros dados. Com o envio, a Receita Federal é capaz de identificar possíveis atos ilícitos e contradições.

O desenvolvimento tecnológico possibilitou que todas as informações fossem cruzadas eletronicamente no SPED, otimizando as auditorias e os resultados. A mera emissão de uma nota fiscal eletrônica (NFe), por exemplo, permite à Receita identificar remetente e destinatário, mercadoria, quantidade, valor, tributos e outras informações relativas à operação.

Assim, antes da apresentação das obrigações acessórias, o Fisco tem uma prévia da apuração das informações da movimentação do contribuinte relativa a cada período. Por causa disso, já é capaz de comparar os dados e os arquivos gerados para outras obrigações fiscais. Certamente, se houver alguma ocorrência relativa à operação, a empresa pode corrigir a informação comprovando a alteração com documentos.

Ajuda na entrega das obrigações fiscais dentro do prazo

A entrega de obrigações fiscais de maneira correta e em tempo hábil é um desafio para os gestores. O volume de informações a ser gerido é enorme, e o Fisco, de quando em quando, cria uma nova obrigação acessória, aumentando esse volume – e a dor de cabeça do administrador.

O gestor sem capacidade de entregar as obrigações no prazo correto, seja pelo motivo que for, atrapalha seu próprio negócio, e fica sujeito a multas e autuações fiscais, o que ocasiona queda na competitividade. Porém, com o auxílio da tecnologia, que contribui para a gestão da informação contábil, o gestor consegue entregar as obrigações fiscais dentro do prazo.

Algumas soluções tecnológicas neste sentido são a inteligência fiscal (motor de cálculo que opera dentro das regras fiscais brasileiras) e os sistemas de ERP (integram os sistemas de todos os fiscos, aumentando o controle de informações e gerando relatórios detalhados sobre qualquer aspecto empresarial).

Em especial, a solução fiscal em nuvem é de extrema importância. Ela reúne todas as informações em um só lugar e se integra a todos os sistemas. É capaz de agregar os dados do SPED (Fiscal, Contábil, Bloco K), EFD, ECF, CIAP, DIRF, impostos retidos, obrigações fiscais, notas fiscais eletrônicas, dentre outros.

É uma forma de controle das obrigações fiscais

O próprio sistema brasileiro reconhece a necessidade de se ter um controle maior das obrigações fiscais, e nos últimos anos vem implementando a tecnologia para auxiliar na gestão fiscal. Vimos surgir várias soluções para a contabilidade digital, como o Sistema de Escrituração Digital, que deu fim à escrituração no papel em função de registros eletrônicos, e a nota fiscal eletrônica.

Os relatórios digitais contábeis são resultados do aperfeiçoamento dos processos e da evolução tecnológica da área contábil, daí a importância da tecnologia na área fiscal. Com a gestão dos dados, o cruzamento de informações e a maior capacidade de entrega, o administrador possui maior controle sobre a gestão fiscal.

 

Agora que você sabe como a tecnologia pode auxiliar na alta demanda da área fiscal, precisa encontrar uma solução que melhor se adeque ao seu empreendimento. Aliada ao compliance fiscal, uma gestão otimizada provoca o crescimento do negócio, motivo pelo qual o gestor deve sempre estar conectado às inovações tecnológicas para sua empresa!

 
   
 
Entre em contato com nossa equipe(011) 3522-3131ou preencha nosso formulário que entramos em contato. Clique aqui
 
 
 
shares