Novos caminhos para a área fiscal e tributária: como se preparar
Novos caminhos para a área fiscal e tributária: como se preparar
postado por CONFIDENCE IT 6 de setembro 2017

Conforme levantamento da Thomson Reuters, realizado em 2016 com 39 líderes de área de impostos e finanças de grandes empresas, 89% dos entrevistados consideram a gestão de impostos indiretos um desafio para suas empresas. Essas dificuldades guardam relação também com a crise econômica que assola o mundo, e é preciso encontrar novos caminhos para a área fiscal e tributária. Veja como se preparar diante desse cenário.

O panorama da área fiscal e tributária

O alto volume de alterações na legislação fiscal e tributária já é conhecido pelos gestores. São cerca de 17 mil alterações anuais, o que causa grande dificuldade para gerir todos os dados necessários para estar em conformidade com o Fisco. Aliado às novidades legislativas, muitas empresas ainda não realizam o cálculo automático de tributos, e os processos manuais estão mais suscetíveis a erros.

Qualquer erro de lançamento ou apuração leva à inconformidade fiscal, que pode gerar sanções (multas e autuações) comprometedoras para a saúde financeira do negócio. Para agravar essa situação, a crise econômica não possui muitas perspectivas de melhora a curto prazo. E ela afeta diretamente a lucratividade das empresas.

Se por um lado os gestores suportam gastos com o pagamento de multas ao Fisco, perdendo recursos importantes para manter uma margem de lucro e para investir (o que garante vantagem competitiva), a crise atinge a todos e provoca a retração do mercado consumidor, afundando ainda mais as empresas. Ou seja, uma bola de neve.

Diante desse cenário, para superar seus efeitos, é preciso encontrar novos caminhos para a área fiscal e tributária. Uma forma de se preparar para isso é aplicar a compliance fiscal na empresa e adotar soluções tecnológicas inteligentes.

Compliance fiscal

É um procedimento de conformidade tributária, cujo sistema de gestão é aplicado para evitar complicações penais e fiscais. Intimamente ligado à saúde financeira da empresa, podemos defini-lo, de forma mais prática, como um conjunto de políticas ou diretrizes estabelecidas para que as atividades cumpram as normas legais estabelecidas.

Quando a compliance fiscal é bem executada, é possível identificar desvios e potenciais erros, relacionados ao funcionamento da empresa, e colocar em prática ações que os neutralize, para que não ensejem autuações fiscais no futuro. É, por isso, uma importante prática que confere vantagem competitiva no mercado e proporciona a sustentabilidade da organização empresarial.

As soluções tecnológicas

A tecnologia permite que a gestão fiscal seja feita de forma mais estratégica e menos operacional. Uma gestão automatizada dos tributos elimina o envolvimento da equipe de TI ou de terceirizados para realizar o serviço. Sobra mais tempo para os gestores se envolverem com a atividade-fim e com o planejamento estratégico da empresa.

De acordo com os números da pesquisa da Thomson Reuters, empresas de 189 países acreditam ser possível reduzir em até 70% o custo operacional relacionado aos impostos indiretos com a automatização de processos.

Porém, o que se percebe é que não basta a utilização de ERP (Sistema de Gestão Empresarial), havendo necessidade de se integrar outras soluções inteligentes para a gestão fiscal e tributária. Essa integração de sistemas contribui para que a empresa mantenha sua competitividade no mercado.

Quando o gestor utiliza uma tecnologia completamente virtual, por exemplo, consegue atender às necessidades relativas à mensageria, à automação dos processos, aos cálculos fiscais e ao cumprimento de obrigações legais (cálculo, apuração, escrituração, declaração, compensação e recolhimento). A adequação ao SPED é muito mais fácil com ela.

Todo administrador sabe que o número e a complexidade de obrigações fiscais são infinitas e que, para aplicar a compliance fiscal na empresa, é preciso adotar soluções tecnológicas que otimizem a vida do gestor e a entrega das obrigações.

 

Aliada à compliance fiscal, as soluções tecnológicas abrem os caminhos para a área fiscal e tributária diante dos desafios postos pela crise econômica. É uma forma mais segura de realizar a gestão fiscal, uma vez que o número de erros diminui consideravelmente. Se você adota uma prática diferente dessas citadas, escreva para a gente contando sua experiência!

 
   
 
Entre em contato com nossa equipe(011) 3522-3131ou preencha nosso formulário que entramos em contato. Clique aqui
 
 
 
shares